terça-feira, 7 de dezembro de 2010

PUB

video
Grafismo: Cláudia Dias
Animação: FANQ! Studio
Edição: FANQ! Studio
Mistura Áudio: Tiago Matos
FANQ©

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

PROGRAMAÇÃO

Matadouro das Artes (ver mapa NO FUNDO DO BLOG)
sexta-feira.10.Dezembro
18h - Inauguração
18.30h - Leitura de poesia ( Miguel Manso, Sandra, Miguel Martins e Filipe Homem Fonseca)
20h - "Em rolamentos" Espaço ConTacto Cultural (documentário)
21h - Eitr (saxofone e pratos - concerto)
22h - Cacharolete (contadores de histórias)
23h - Baladi e Milos Tomic (cinema de animação)

Sábado.11.Dezembro
10h - Yoga (aula aberta)
12h - Demonstração Teatro Jovem (aula aberta)
13h - Demonstração Dança Jovem (aula aberta)
16h - "Esta é a nossa rua" Margarida Metello (documentário) por confirmar
17h - Baile Moldavo com orquestra (baile) por confirmar
18h - Tango (aula aberta)
19h - "Documento Boxe" Miguel Clara Vasconcelos (documentário)
20h - Felipe Felizardo (guitarra eléctrica - concerto)
21h - "Combate às escuras" Miguel Clara Vasconcelos (documentário)
22h - Irmãos Collyer (dueto de guitarras eléctricas - concerto
23h - Leitura de poesia (Diogo Vaz Pinto e David Teles Pereira)

Domingo.12.Dezembro

10h - Dança Criativa Infantil (aula aberta)
11h - Cinema Mudo (espectáculo infantil)
12h - Atelier Infantil Cinema (espectáculo infantil) por confirmar
15h - Demonstração de Aéreos - artes circenses (aula aberta)
16h - Demonstração de Postura e Alongamento (aula aberta)
17h – “Terceiro Bê” Maria Remédio (documentário)
17.30h - "Escola 26" Leonor Noivo (documentário)
19h - Pedro Esteves (concerto)
20h - minta & the brook trout (concerto)
21h - Márcia (concerto)

17ª FEIRA LAICA no BAZAR DO MERCADO

Cartaz de Bruno Borges

A Feira Laica é, provavelmente, o maior evento ligado à edição independente em Portugal. Vai ao mercado para a sua 17ª edição, com a seguinte oferta:

Editores presentes:

Novidades editoriais:- An Intrusive Black Circle, de
André Lemos (Opuntia Books)
- Cleópatra #5, zine de Tiago Baptista
- É o Diabo!, serigrafia de Miguel Carneiro (Arara)
- Iceberg, de José Feitor (Imprensa Canalha)
- Jungle Machine, de Dayana Lucas (Arara)
- Mike Goes North, portfólio com André Cruz, Ana Torrie, Célia Esteves, Júlio Dolbeth, Marco Mendes, Nuno Sousa e Rui Vitorino Santos (Mike Goes West)
- More Songs About: Melómanos Arquivistas e Rouxinois, CD-R de Presidente Drógado (Leote Records)
- O Morto foi ao Baile - compilação de capas da colecção Grandes Mistérios, Grandes Aventuras : 1940-1960 (Imprensa Canalha)
- Jornal Oficina do Cego #2, v/a
- Subsídios para MMMNNNRRRG #1, v/a
- Talento Local, de Marcos Farrajota (Chili Com Carne)
- Znok #5 (nova versão), de
Filipe Duarte

Exposições individuais (ver post abaixo)

Demonstrações de tipografia e serigrafia, a cargo da Associação de Artes Gráficas a Oficina do Cego

Cinema, com a apresentação do filme Frankenstein encore, com Realização de Alex Baladi e Isabelle Nouzha. (2009, filme de animação, 32', 16mm e video, em francês com legendas em inglês) e ainda Clay Pigeon (7', 2005); Hair (3,5', 2005); Spitted by kiss (11', 2007) de Milos Tomic (Sérvia)

EXPOSIÇÕES

 Exposições individuais
o francês Albert Foolmoon, é um verdadeiro activista da cena independente: é ilustrador (ver resenha de um livro seu aqui), editor sob o nome Lézard Actif, promove as acções do DIY internacional através do site DIYzines, o evento Salon Fai-le Toi-même e a livraria / galeria Super Cagibi. Para completar este ramalhete, Foolmoon adora Lisboa, tanto que em 2008 quando nos visitou pela primeira vez até fez um livro sobre a street-art portuguesa (ver aqui).



















o sueco Mattias Elftorp é o artista / escritor anarquista da série pós-apocalíptica e cyberpunk Piracy is Liberation e parte do duo Wormgod. Faz exposições sobre os horrores da sociedade capitalista, foi um dos fundadores e editores da revista / colectivo C'est Bon Anthology, sendo responsável actualmente pela colecção Dystopia. Recentemente organizou o festival de bd Alt Com, em Malmö, dedicado ao tema "Sexo & Guerra".



Luís Henriques (1973, Lisboa)
Faz ilustração infantil: A Verdadeira História da Alice, A Família dos Macacos, Os miúdos do piolho / Os piolhos do miúdo, com textos de Rita Taborda Duarte e A Canção dos Piratas com texto de João Pedro Mésseder, (obras editadas pela Caminho).
Faz Banda Desenhada: desenhou Tratado de Umbrografia, o primeiro álbum da série Black Box Stories com argumento de José Carlos Fernandes.
Publicou o livro Babinski pela Imprensa Canalha e participou em eventos colectivos de ilustração como Zurzir o Gigante, Tenho Visto Carteiristas ou Laica no Espaço.
É formador convidado do Curso de Banda Desenhada do CIEAM.



José Feitor (1972, Coimbra) Professor, ilustrador e editor. Foi responsável pelo fanzine Zundap. Impulsionou uma série de projectos ligados à divulgação das artes gráficas como as exposição Zurzir o Gigante (Interpress, 2005) e Furacão Mitra (Interpress, 2008), assim as várias iniciativas levadas a cabo pela organização da Feira Laica. Criou e dirige o projecto editorial Imprensa Canalha. É membro fundador da Associação de artes gráficas Oficina do Cego.

Ana Biscaia (1978) é ilustradora e designer gráfica. Estudou design de comunicação na U. Aveiro, ilustração na Konstfack University College of Arts, Crafts and Design (Estocolmo). Em 2010 foi distinguida pelo júri do Prémio Nacional de Ilustração pelo livro "Poesia de Camões para todos". Tem colaborado com diversas editoras portuguesas e suecas. O livro "O Carnaval dos Animais" foi seleccionado pelo júri do prémio TITAN Illustration in Design.
Este ano participou na nova antologia da Chili Com Carne, Destruição ou bandas desenhadas sobre como foi horrível viver entre 2001 e 2010 e ainda no jornal alemão Jungle World.














e ainda a búlgara Mina Angelova, residente em Portugal há 15 anos.


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

BAZAR























Viva,

a Junta de Freguesia dos Anjos e a Feira Laica convidam-vos a conhecer uma festa nova num bairro tradicional de Lisboa para a primeira edição do Bazar no Mercado do Forno do Tijolo.
Vamos cruzar a venda tradicional de Praça (frutas, legumes, peixe) com exposições, venda de edições independentes e livros em 2ª mão (garantidas pela Feira Laica), artigos manufacturados (o denominado artesanato urbano), contadores de histórias, demonstrações de serigrafia e tipografia da Associação Oficina do Cego, concertos, leitura inesperada de poesia, mostra de cinema de animação e documentários, espaço infantil, aulas abertas e demonstrações de ioga, artes circenses, teatro para jovens e dança criativa para crianças e ainda gastronomia migrante, entre muitas outras actividades.
Desafiamos também o público a conhecer o espaço encantador deste mercado lisboeta, entretanto esquecido como tantos outros, organizado como uma autêntica cidade ostentando traços arquitectónicos que remetem para os anos 50.

A entrada é livre e cá vos esperamos nos dias 10, 11 e 12 de Dezembro.
Sexta-feira: 18h-24h
Sábado: 10h-24h
Domingo: 10h-22h

Informações:
Entrevistas e dúvidas:
Hugo da Nóbrega Cardoso
vogal eleito pelo PCP na
Junta de Freguesia dos Anjos
917698612
968871425